Começando seu Cultivo, Dicas de Cultivo

Preciso de Ventilação no Cultivo Indoor?

A ventilação é muito importante no cultivo indoor. Compreender a resposta da planta ao vento é complicado, pois esse fator acarreta não apenas estresse mecânico, mas também afeta o microclima foliar. Nesse artigo iremos ver as principais maneiras pelas quais a ventilação pode auxiliar no seu cultivo indoor e como ela afeta as suas plantas no grow.

Vento forte nas árvores

Troca de ar, Remoção de Calor e CO2

A ventilação no grow ajuda a regular os níveis de temperatura e umidade no cultivo. Também ajuda a remover o excesso de calor e CO2 e pode melhorar a saúde geral das plantas.

Em termos de rendimento, a ventilação adequada pode ajudar a garantir que as plantas recebam um suprimento adequado de ar fresco, o que pode promover um crescimento saudável e potencialmente aumentar o rendimento.

Como a ventilação no grow afeta a espessura dos caules das plantas?

O vento pode afetar a espessura dos caules das plantas de algumas maneiras diferentes. Ao nível científico, o vento pode causar estresse mecânico nas hastes das plantas, o que pode levar a alterações estruturais nas células vegetais. Isso pode fazer com que os caules das plantas fiquem mais finos ou mais grossos, dependendo da força e duração do vento.

Uma maneira pela qual o vento pode afetar a espessura dos caules das plantas é por meio de um processo chamado “desbaste pelo vento”. Quando as plantas são expostas a ventos fortes e prolongados, elas podem dobrar e flexionar em resposta ao vento. Com o tempo, isso pode fazer com que as células do lado do caule voltado para o vento se alonguem e se tornem mais finas. Isso pode levar a uma redução na espessura total do caule. Para as plantas que sofrem com ventos fortes e duradouros, “vale mais a pena” ser mais flexível, para resistir do que investir em caules duros que podem se romper

Outra maneira pela qual o vento pode afetar a espessura dos caules das plantas é por meio de um processo chamado “endurecimento pelo vento”. Quando as plantas são expostas a ventos fortes, mas nem tanto quanto os de cima, elas podem responder aumentando a produção de compostos protetores, como lignina e celulose. Isso pode fazer com que os caules das plantas fiquem mais grossos e rígidos, o que pode ajudar a evitar que sejam danificados pelo vento.

Em geral, é importante fornecer às suas plantas a quantidade certa de vento para promover um crescimento saudável e evitar que os caules fiquem muito finos ou muito grossos. Isso pode exigir o ajuste da localização das plantas e também dos ventiladores.

 

Legenda: Vento direto na planta.

A ventilação ajuda as plantas contra pragas e pequenos insetos no grow?

O vento pode ajudar as plantas contra pragas e pequenos insetos de várias maneiras. Ao nível científico, o vento pode ajudar a controlar os níveis de temperatura e umidade no ambiente de cultivo, o que pode torná-lo menos hospitaleiro para pragas e doenças. Além disso, o vento também pode ajudar a remover o excesso de CO2 e fornecer ar fresco às plantas, o que pode melhorar ainda mais sua saúde e torná-las menos suscetíveis a pragas e pequenos insetos.

Uma maneira pela qual o vento pode ajudar as plantas contra pragas e pequenos insetos é fornecendo uma forma natural de ventilação no grow. À medida que o vento sopra no ambiente de cultivo, ele pode ajudar a remover o excesso de calor e umidade, o que pode prevenir o acúmulo de pragas e doenças. Além disso, o movimento do vento também pode ajudar a perturbar e desalojar pragas e doenças que possam estar presentes nas plantas, dificultando seu desenvolvimento.

Outra maneira pela qual o vento pode ajudar as plantas contra pragas e pequenos insetos é fornecendo uma forma natural de controle de pragas. À medida que o vento sopra no ambiente de cultivo, ele pode levar embora pragas e doenças que possam estar presentes nas plantas. Isso pode ajudar a reduzir a população geral de pragas e doenças no ambiente de cultivo, o que pode facilitar o desenvolvimento das plantas.

Uma boa ventilação e boa troca de ar poderia ter salvado a planta da foto acima de desenvolver mofo nas flores.

Em geral, o vento pode desempenhar um papel importante no auxílio às plantas contra pragas e pequenos insetos, fornecendo ventilação, controle de pragas e outros benefícios. Ao fornecer às suas plantas a quantidade certa de vento, você pode ajudar a promover um crescimento saudável e robusto e evitar o acúmulo de pragas e doenças no ambiente de cultivo.

Conclusão

Segundo o Journal of Experimental Botany, as formas de crescimento adaptativo em resposta ao movimento do vento melhoram a rigidez da placa solo-raiz e neutralizam a crescente vulnerabilidade ao vento à medida que a árvore cresce.

Além disso, o New Phytologist Foundation publicou um artigo sobre os estudos que mostraram que o vento afeta o desenvolvimento das plantas, fazendo com que elas desenvolvam caules mais curtos e geralmente mais fortes. “Muitos desses efeitos demonstraram ser devidos a uma resposta à flexão mecânica do caule, conhecida como tigmo morfogênese. A resposta de uma planta ao vento deve, portanto, ser uma resposta complexa a pelo menos dois estímulos diferentes e isso pode ajudar a explicar por que varia com espécie e ambiente.” (ANTEN; HERRERA; SCHIEVING; ONODA, 2010)

A partir disso podemos concluir que a resposta das plantas à ventilação também pode depender de qual planta está sendo testada. As respostas das plantas ao vento no campo podem, portanto, ser variáveis, dependendo das condições ambientais gerais e das características da planta.

Esperamos muito que futuramente testes possam ser realizados na Cannabis Sativa para obtermos resultados mais precisos. Mas já podemos concluir que a ventilação impacta, sim, na formação de raízes mais robustas para segurar as plantas e também é comprovado que ajudam no controle de pragas também. Então, deixa de bobeira e instale agora esse ventilador no seu grow!

Tenha cuidado! Vento demais no grow pode causar problemas como folhas com “garras” – isto é, com a ponta virada para baixo – e ocasionalmente também pode ocorrer de aparecer manchas nas plantas.

Sobre o Autor:

Meu nome é Carlos Eduardo, paciente de Cannabis Medicinal e sócio fundador da Cultlight, empresa especializada em iluminação para horticultura e cultivo indoor. Pra quem já me conhece do Instagram ou do YouTube, eu sou o Cadu da Cultlight. Sou Engenheiro de Produção formado na Universidade Federal Fluminense (UFF), onde pesquiso sobre de Cannabis, cultivo, produção e autoprodução, principalmente com o foco medicinal. Te convido a acompanhar nossos conteúdos nas redes sociais para ter acesso a mais dicas e conteúdos técnicos gratuitos sobre cultivo de maconha!

Se você ainda possui alguma dúvida sobre cultivo de cannabis, por mais simples e básica que pareça ser, não hesite em entrar em contato com a Cultlight, nós faremos o possível para te ajudar ao longo de todo o caminho.

Chama lá!

+55 21 968731570

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *